Xangô

xango 4

É o Orixá da Justiça e seu campo preferencial de atuação é a razão, despertando nos seres o senso de equilíbrio e equidade, já que só conscientizando e despertando para os reais valores da vida a evolução se processa num fluir contínuo.

O Trono Regente Planetário se individualiza nos sete Tronos Essenciais, que projetam-se energética, magnética e vibratoriamente e criam sete linhas de forças ou irradiações bipolarizadas, pois surgem dois pólos diferenciados em positivo e negativo, irradiante e absorvente, ativo e passivo, masculino e feminino, universal e cósmico.

Uma dessas projeções é a do Trono da Justiça Divina que, ao irradiar-se, cria a linha de forças da Justiça, pontificada por Xangô e Egunitá (divindade natural cósmica do Fogo Divino).
xango3
Na linha elemental da Justiça, ígnea por excelência, Xangô e Egunitá são os pólos magnéticos opostos. Por isto eles se polarizam com a linha da Lei, que é eólica por excelência. Logo, Xangô polariza-se com a eólica Iansã e Egunitá polariza-se com o eólico Ogum, criando duas linhas mistas ou linhas regentes do Ritual de Umbanda Sagrada.

O Orixá Xangô é o Trono Natural da Justiça e está assentado no pólo positivo da linha do Fogo Divino, de onde se projeta e faz surgir sete hierarquias naturais de nível intermediário, pontificadas pelos Xangôs regentes dos pólos e níveis vibratórios intermediários da linha de forças da Justiça Divina. Estes sete Xangôs são Orixás Naturais; são regentes de níveis vibratórios; são multidimensionais e são irradiadores das qualidades, dos atributos e das atribuições do Orixá maior Xangô.

Eles aplicam os aspectos positivos da justiça divina nos níveis vibratórios positivos e polarizam-se com os Xangôs cósmicos, que são os aplicadores dos aspectos negativos da justiça divina. Como, na Umbanda, quem lida com os regentes desses aspectos são os Exús e as Pomba-Giras.

Os Xangôs intermediários, tal como todos os Orixás Intermediários, possuem nomes mântricos que não podem ser abertos ao plano material. Muitos os chamam de Xangô da Pedra Branca, Xangô Sete Pedreiras, Xangô dos Raios, etc. Enfim, são nomes simbólicos para os mistérios regidos pelos Orixás Xangôs Intermediários. Só que quem usa estes nomes simbólicos não são os regentes dos pólos magnéticos da linha da Justiça, e sim os seus intermediadores, que foram “humanizados” e regem linhas de caboclos que manifestam- se no Ritual de Umbanda Sagrada comandando as linhas de trabalhos de ação e reação.

Eles são os aplicadores “humanos” dos aspectos positivos da justiça divina.
Logo, se alguém disser: “Eu incorporo o Xangô tal”, com certeza está incorporando o seu Xangô individual, que é um ser natural de 6° grau vibratório, ou um espírito reintegrado às hierarquias naturais regidas por estes Xangôs. Nem no Candomblé se incorpora um Xangô de nível intermediário ou qualquer outro Orixá desta magnitude. O máximo que se alcança, em nível de incorporação, é um Orixá de grau intermediador. Mas no geral, todos incorporam seu Orixá individual natural, ou um espírito reintegrado às hierarquias naturais e, portanto, um irradiador de um dos aspectos do seu Orixá maior.

Temos, na Umbanda, os:

Xangôs da Pedra Branca, Xangôs da Pedra Preta, Xangôs das Sete Pedreiras, Xangô das Sete Montanhas, etc.
Que são todos eles, Orixás Intermediadores e regentes de subníveis vibratórios ou regentes de pólos energo-magnéticos cruzados por muitas correntes eletromagnéticas, onde atuam como aplicadores dos mistérios maiores, mas já em pólos localizados em subníveis vibratórios. E todos estes Xangôs intermediadores são regentes de imensas linhas de trabalho, ação e reação. Ou não é verdade que temos caboclos da Pedra Branca, da Pedra Preta, do Fogo, etc.?

Meditem muito sobre o que aqui comentei, pois em se tratando de Orixás, é preciso conhecê-lo a partir da ciência divina ou nos perdemos no abstracionismo e na imaginação humana. Reflitam bastante e depois consultem seus mentores espirituais acerca do que aqui estou ensinando, irmão em Oxalá.

Oferenda: Velas brancas, vermelhas e marrom; cerveja escura, vinho tinto e licor de ambrosia; flores diversas, tudo depositado em uma cachoeira, montanha ou pedreira.”

Rubens Saraceni

xango

Xangô é o Orixá dos reis, dos justos e dos poderosos. Ele próprio foi um rei guerreiro que conquistou reinos e enriqueceu seu povo. O seu trabalho entre os homens é cobrar de quem deve e premiar a quem merece, agindo sempre com sabedoria, justiça e poder.
Este Orixá é vaidoso, violento e atrevido. Gosta de festas e comemorações. É o Orixá do raio e do trovão, o seu elemento é a pedra.
No sincretismo os africanos o ligaram a São João Batista a São Pedro e a São Jerônimo.
Conforme a região do Brasil, Xangô é sincretizado a um destes três, em algumas regiões, como o Rio de Janeiro, a dois simultaneamente (São João Batista comemorado a 24 de junho e São Jerônimo comemorado a 30 de setembro).
Seu dia na semana é a quarta feira sua cor na Umbanda é o marrom.
Na mitologia romana é Júpiter, o pai e mestre dos deuses, para os gregos é Zeus, aquele que usava seus raios para punir os mortais, esta correspondência pode ser feita pelo poder supremo que ambos encarnam.
xango 2
A palavra de Xangô é a Justiça

O Físico e o Temperamento

O filho de Xangô não costuma ser muito alto, tem tendência a calvície e seu porte é altivo transmitindo vigor e sensualidade.

Gosta de comer e beber bem, é um apreciador das coisas boas da vida e gosta de compartilhar tudo com aqueles a quem estima, pois faz parte de sua natureza agradar os amigos.

A ambição do filho de Xangô é enorme, desde jovem ele procura o sucesso e a fortuna, mas às vezes gasta as suas energias em atividades que não são as mais indicadas, nestas ocasiões deve ser deixado à vontade, pois é através dos erros e tentativas que vai encontrar sua vocação.

É difícil um filho de Xangô admitir que esteja errado, ele é inflexível e intratável quando contrariado. Seus inimigos serão tratados com rigor e ele fará tudo para desacreditá-los frente aos outros. Mas por maiores sejam as provações que ele tenha que passar haverá sempre uma sorte fantástica a protegê-lo que o anima e encoraja a prosseguir.

Apesar de autoritário a bondade do filho de Xangô é grande, ele concilia severidade com justiça, exigência com reconhecimento, cobrança com recompensa.

Um dos seus defeitos é a falta de criatividade, já que ele não é muito bom para inventar, prefere aperfeiçoar o que já foi criado. É franco, não esconde seus sentimentos, não finge nem dissimula. Sua franqueza faz com colecione alguns inimigos durante a vida, o que não o impede de continuar agindo desta forma.

As emoções desta pessoa são variáveis. Por vezes é orgulhoso, impulsivo, mutável, rebelde. Noutras ocasiões é cortês, generoso e diplomata.

Alguns seguem o caminho da filosofia e teologia, mas a grande maioria deles prefere usufruir apenas da vida material.

Os filhos de Xangô têm boas aptidões para ganhar dinheiro, mas também tem grande capacidade de gastá-lo. Esbanjam com bens pouco duráveis, sem preocupação de criar um patrimônio sólido que o garanta na velhice.

Sua capacidade de aprendizagem está mais ligada aos aspectos práticos do que aos teóricos. Adquire conhecimentos que lhe sejam úteis no desempenho de suas atividades e é muito rápido nisto. Mas não será o pai de uma criação totalmente inovadora.

Amor e Casamento

O filho de Xangô não gosta de pessoas pessimistas, ele quer alguém ativo e dinâmico, com vontade de manter a relação nova sempre.

Se você é incomum, estimulante, sempre notada ou notado quando entra em uma sala, terá grande possibilidade de ser escolhido(a) por ele(a), pois é o filho de Xangô quem escolhe o seu par.

Encantador e envolvente sabe conquistar, mas o desafio da conquista pode fazer com que ele (a) use a pessoa sem se preocupar com os sentimentos dela. A competição para ele é importante e vencê-la mais prazeroso ainda, o problema é que ele(a) não sabe o que fazer com o troféu e sentir por causa disto frustração no amor.

Para manter um relacionamento estável com o filho(a) deste Orixá é necessária boa harmonia mental, bom humor, perspicácia e sensibilidade. A vida tem que ser levada com diversão e inovação bem dosadas. O filho de Xangô nem sempre é fiel a companheira, mas sempre se mantém fiel ao casamento, esta instituição e sua função legal e social são extremamente respeitadas por ele.

Discussões e desentendimentos são comuns numa ligação com um(a) filho(a) de Xangô, ele não gosta de ser cobrado ou vigiado, embora considere seus esses direitos, é zeloso com o que considera seu e não aceita traições.

Quando mais maduro e vivido torna-se muito mais estável e sincero, é nesta fase da vida que suas relações tornam-se duradouras.

Trabalho e Dinheiro

Sua vida profissional começará cedo, tem a sua disposição carreiras que o coloquem em contato com o público, tais como, vendas, política, advocacia e tudo que seja ligado à justiça, mercado financeiro e administração de bens de terceiros também lhe cabem.

Mas, qualquer que seja a atividade ele(a) lutará pra ter reconhecimento e destaque.

Embora seja desorganizado é exigente e rigoroso com seus comandados, que geralmente são leais e produtivos, pois apesar de sua severidade sabe como premiar e motivar aqueles que rendem bem. É crítico, mas faz as suas observações abertamente e com a mesma sinceridade com que critica distribui elogios a quem os mereça.

Não gosta de projetos a longo prazo pois se impacienta com a espera por resultados, é honesto, esperto e rápido, mas sempre fará tudo as claras, cumprindo sempre com sua palavra.

O filho de Xangô é protegido pela sorte com S maiúsculo, quando tudo parece dar errado no fim o sucesso baterá a sua porta. O problema para ele é saber conservar o que conquista, já que gasta demais com coisas que não constituirão reserva patrimonial.

Saúde

As áreas mais sensíveis para um filho de Xangô, aquelas que ele precisa atender para não ter problemas de saúde são: os quadris, os pulmões, o fígado e os intestinos.

A estafa por excesso de serviço pode comprometer e muito seu desempenho profissional, seus hábitos alimentares também comprometem sua saúde fragilizando seu fígado e intestinos.

Esses desequilíbrios alteram seu desempenho profissional, seu temperamento otimista e entusiasmado, tornando-o pouco inspirado em suas ações e impaciente com a família.

O Homem de Xangô

Este homem é um entusiasmado e idealista, tem capacidade de reunir uma multidão em seu redor, seu otimismo cativa as pessoas e as estimula. Cedo se tornará independente de sua família. Trabalhando muito com honestidade conquistará tudo o que merece amparado pela sorte com que seu Orixá lhe abençoa.

Quando as coisas não saem como ele deseja, não se deixa prender pelo desânimo, mesmo tendo que alterar seus planos iniciais, não deixa de acreditar que tudo vai mudar para melhor e quase sempre muda mesmo!

Sua franqueza lhe traz inimizades ou provoca situações embaraçosas, mas ele nunca fala para ferir. Ser franco em excesso é um defeito que deve ser considerado por ele.

Gostam das florestas, dos rios, das montanhas e dos desertos. As pedras são o elemento do qual ele pode se servir para recuperar as forças.

As extravagâncias deste filho estão ligadas ao seu prazer em usufruir das coisas boas que a vida lhe oferece. Convém a ele equilibrar suas despesas com poupança, pois é comum o filho de Xangô ser obrigado a viver uma velhice muito mais modesta do que sua vida na juventude. Manterá quando maduro e na velhice uma aura de juventude, pois conservará seu otimismo através dos anos.

A Mulher de Xangô

Excelente companheira, com forte tino comercial, amante da natureza e da vida ao ar livre, atende sua casa com competência e é uma fonte renovadora com seu eterno positivismo.

Ao contrário dos homens de Xangô, as mulheres regidas por esse Orixá são muito fiéis no amor. Tem paixões honestas e rápidas, mas quando se decide por um companheiro será de uma lealdade a toda prova. Seu companheiro deverá compartilhar com ela sua alegria de viver, a vida ao lado dela é bastante movimentada, com atividades sociais e esportivas bastante intensas.

É sincera, mas nem sempre suas observações são cautelosas, fala sem pensar e isto pode lhe criar situações embaraçosas já que alguém poderá se sentir ofendido com comentários impensados, porém nunca intencionais.

Com o tempo e a maturidade aprenderá a ser mais diplomática e a medir mais suas palavras.

De personalidade forte e independente a mulher filha de Xangô, não gosta de ser mandada, às vezes precisa de um pulso firme para ser controlada.

De temperamento sincero e ingênuo pode ser vítima de desilusões desde cedo, o que forjará uma atitude de desconfiança em relação aos homens.

Detesta serviço doméstico, mas será boa dona de casa, pois odeia mais desorganização e sujeira, um ambiente limpo e bonito a faz se sentir muito bem.

Com os filhos é mais companheira que educadora, dela eles recebem estímulos, aprenderão a ser francos, otimistas e honestos, mas sua disciplina deixará a desejar.

 

Ogum

ogum

OGUM

“Ogum é o Orixá da Lei e seu campo de atuação é a linha divisória entre a razão e a emoção. É o Trono Regente das milícias celestes, guardiãs dos procedimentos dos seres em todos os sentidos.

Ogum é sinônimo de lei e ordem e seu campo de atuação é a ordenação dos processos e dos procedimentos. O Trono da Lei é eólico e, ao projetar-se, cria a linha pura do ar elemental, já com dois pólos magnéticos ocupados por Orixás diferenciados em todos os aspectos. O pólo magnético positivo é ocupado por Ogum e o pólo negativo é ocupado por Iansã. Esta linha eólica pura dá sustentação a milhões de seres elementais do ar, até que eles estejam aptos a entrar em contato com um segundo elemento. Uns têm como segundo elemento o fogo, outros têm na água seu segundo elemento, etc.

Portanto, na linha pura do “ar elemental” só temos Ogum e Iansã como regentes.

Mas se estes dois Orixás são aplicadores da Lei (porque sua natureza é ordenadora), então eles se projetam e dão início às suas hierarquias naturais, que são as que nos chegam através da Umbanda. Os Orixás regentes destas hierarquias de Ogum e Iansã são Orixás Intermediários ou regentes dos níveis vibratórios da linha de forças da Lei.

Saibam que Oxalá tem sete Orixás Intermediários positivos e tem outros sete negativos, que são seus opostos, e tem sete Orixás neutros; Oxum tem sete Orixás intermediárias positivas e tem outras sete negativas, que são suas opostas; Oxóssi tem sete Orixás intermediários positivos, sete negativos, que são seus opostos, e tem sete outros que formam uma hierarquia vegetal neutra e fechada ao conhecimento humano material; Xangô tem sete Orixás intermediários positivos e tem sete negativos, que são seus opostos.

E o mesmo acontece com Obaluayê e Yemanjá. Agora, Ogum e Iansã são os regentes do mistério “Guardião” e suas hierarquias não são formadas por Orixás opostos em níveis vibratórios e pólos magnéticos opostos, como acontece com outros.  Ogum e Iansã formam hierarquias verticais retas ou seqüenciais, sem quebra de “estilo” , pois todos os Oguns, sejam os regentes dos pólos positivos, dos neutros ou tripolares, ou dos negativos, todos atuam da mesma forma e movidos por um único sentido: aplicadores da Lei!

Todo Ogum é aplicador natural da Lei e todos agem com a mesma inflexibilidade, rigidez e firmeza, pois mão se permitem uma conduta alternativa. Onde estiver um Ogum, lá estarão os olhos da Lei, mesmo que seja um “caboclo” de Ogum, avesso às condutas liberais dos freqüentadores das tendas de Umbanda, sempre atento ao desenrolar dos trabalhos realizados, tanto pelos médiuns quanto pelos espíritos incorporadores.

Dizemos que Ogum é, em si mesmo, os atentos olhos da Lei, sempre vigilante, marcial e pronto para agir onde lhe for ordenado.

OFERENDA: Velas brancas, azuis e vermelhas; cerveja, vinho tinto licoroso; flores diversas e cravos, depositados nos campos, caminhos, encruzilhadas, etc.”

Rubens Saraceni

são jorge

Ogum é um poderoso Orixá, dono do ferro e do fogo.

Ele é um guerreiro,um lutador que defende a lei e a ordem. Este Orixá abre os caminhos e vence as lutas, agindo pelo instinto para defender e proteger os mais fracos.

Todas as lutas, as conquistas, as vitórias são presididas por Ogum.

Ele é a lei divina em ação, que pune e premia, mas não gosta de ser invocado em vão. É fácil invocar Ogum, mas controlar as suas ações é impossível.

O dia da semana consagrado a Ogum é a terça feira, que coincide com o dia dedicado a Marte, o deus da guerra. Sempre ligado à força e ao pder, ele é o dirigente que não quer ter suas ordens desobedecidas. Ele protege seus domínios de forma consciente, seguro do poder que representa. Como o poder que representa, enfocado como arquétipo, Ogum contém elementos fortes e consistentes que mantém como uma figura viva e atuante na esfera psíquica do homem.

O Físico e o Temperamento

O filho e filha de Ogum são geralmente magros e altos, com exceções. Apesar de um pouco tímido e discreto quase nunca passa despercebido. O temperamento reflete o vigor físico do filho de Ogum: ele está sempre em atividade, é determinado e criador. O espírito de competição é evidente e a impaciência e as frustrações ao perder, criam mais incentivo para que siga em frente.

Ele não reflete sobre os riscos de uma ação, pois é impetuoso e impulsivo e está sempre travando batalhas. Sem o impulso e a coragem de Ogum a humanidade demoraria muito para alcançar o progresso; é ele o desbravador, aquele que abre o caminho para quem vem atrás. Moisés é uma personalidade típica de Ogum:a sua ira ao quebrar as tábuas da lei divina, a coragem para dirigir seu povo numa viagem para o desconhecido, o poder a ele atribuído de abrir caminhos são atributos de um homem de Ogum. Como todo homem possui seus defeitos, o filho de Ogum e o modo dele utilizar a sua força, pode parecer, altivez e arrogância. Qualquer forma de limite representa uma prisão para uma pessoa regida por Ogum. Ele precisa se enxergar livre para ir e vir à sua vontade, não consegue expandir sua alegria, força e energia em ambiente restritivo e sempre igual.A novidade serve de estímulo à ação. Com capacidade de liderar e coragem suficiente para enfrentar qualquer missão, consegue reunir à sua volta pessoas que colaboram com ele por prazer, que se sentem revitalizadas pelas qualidades magnéticas e energéticas dessa personalidade tão forte. Sem aceitar palpites no que faz, ele é franco e rude ao impor a sua vontade aos seus subordinados. É capaz de castigar prontamente qualquer falha, mas seu perdão vem depressa e logo pede desculpas quando se excede no seu comportamento. Gosta da verdade acima de tudo, nunca fala por trás de alguém, suas críticas são abertas, pois detesta dissimulação.

Amor e Casamento

Quem consegue cativar e manter junto a si um filho de Ogum tem o privilégio de saber que jamais será enganado. Nunca ouvirá desculpas esfarrapadas para explicar onde ele esteve ou fez. O filho de Ogum não mente, ele diz a verdade e espera ser acreditado, qualquer dívida irá ofendê-lo. Quando um filho de Ogum encontra uma pessoa de temperamento cordato, mas que possua opiniões fortes e próprias, ele fica feliz. Se essa pessoa souber se manter equilibrada na difícil corda bamba que é agradar sem ceder, ela conseguirá manter o relacionamento vivo. O filho de Ogum não gosta de pessoas sem idéias próprias, vai querer para companheiro(a) alguém que as possua em quantidade, mas que também saiba expô-las de modo especial.

Saúde

A saúde de um filho de Ogum é boa, ele é resistente e sua constituição é forte evita as doenças.

Os pontos fracos são as articulações, as dores de cabeça, as febres fortes. Quando está doente, o filho de Ogum não quer ficar em repouso, é muito trabalhoso convencê-lo a descansar e dar tempo ao seu corpo para se recuperar. Só fica na cama quando está verdadeiramente mal, aí então fala pouco e fica nervoso com a obrigação de parar para se refazer. Seus problemas de saúde são mais para o tipo violento e repentino do que para as doenças crônicas e demoradas. As doenças nervosas como úlceras, esgotamentos e depressão são menos comuns, mas podem atingi-lo se ele cometer excessos no trabalho ou for mal sucedido em seus empreendimentos.

O Homem de Ogum

Ele é confiante, entusiasta, generoso, solidário, enérgico, ousado, ativo em seu lado positivo e também pode ser intolerante, violento, impulsivo, obstinado, egoísta e exigente em seu lado negativo.

A Mulher de Ogum

Elas são sinceras, encantadoras, vigorosas, entusiasmadas, românticas que são qualidades e quando excedem seu lado negativo, já que podem ser mandonas, irritadas, impulsivas.

ogum trilho

Iemanjá

iemanja gian
 Yemanjá ou Iemanjá é a “Mãe da Vida”, e como tudo o que existe só existe porque foi gerado, então ela está na geração de tudo o que existe.Ela tem nessa sua qualidade genésica um de seus aspectos mais marcantes, pois atua com intensidade na geração dos seres, das criaturas e das espécies, despertando em cada um e em todos, um amor único pela sua hereditariedade.O amor maternal é uma característica marcante dessa divindade da Geração e quem se coloca de forma reta sob sua irradiação, logo começa a vibrar este amor maternal, que aflora e se manifesta com intensidade.

Yemanjá, por ser em si a Geração, está na gênese de tudo como os próprios processos genéticos. E se a qualidade Oxum agrega, ou funde o sêmen e o óvulo , Yemanjá é o processo genético que inicia a multiplicação celular, ordenada por Ogum, comandada por Oxossi, direcionada por Iansã, equilibrada por Xangô, estabilizada por Obaluaiyê e cristalizada num novo ser por Oxalá.Viram como um orixá não dispensa a atuação dos outros e como todos são fundamentais e indispensáveis a tudo o que existe?

Bem, Yemanjá, a nossa Mãe da Vida é por demais conhecida em alguns de seus aspectos. Mas em outros, é totalmente desconhecida. 

Os tronos da Geração regem sobre este aspecto da gênese, e não só sobre o sexo. O campo desses tronos é tão vasto na vida dos seres e na criação divina, que os definimos melhor se simplesmente dissermos: “Os Tronos da Geração estão na gênese de tudo e de todos porque são uma das características de Yemanjá, que é em si mesma a Geração Divina”.

Portanto, Criatividade e Geração são os dois lados de uma mesma coisa: Gênese Divina! E Yemanjá as manifesta em suas duas hierarquias de tronos: os da Criatividade e os da Geração.

Por ser a divindade da Criatividade e da Geração, Yemanjá está em todas as outras qualidades divinas, mas polariza com o Orixá Omulu e faz surgir a irradiação da Geração, que tem nele o recurso de paralisar todo processo criativo ou gerativo que se desvirtuar, se degenerar, se desequilibrar, se emocionar ou se negativar.

Yemanjá rege sobre a geração e simboliza a maternidade, o amparo materno, a mãe propriamente. Ela se projeta e faz surgir sete pólos magnéticos ocupados por sete Yemanjás intermediárias, que são as regentes dos níveis vibratórios positivos e são as aplicadoras de seus aspectos, todos positivos, pois Yemanjá não possui aspectos negativos.

Estas sete Yemanjás são intermediárias e comandam incontáveis linhas de trabalho dentro da Umbanda. Suas orixás intermediadoras estão espalhadas por todos os níveis vibratórios positivos, onde atuam como mães da “criação”, sempre estimulando nos seres os sentimentos maternais ou paternais.
Oferenda: velas brancas, azuis e rosas; champagne, calda de ameixa ou de pêssego,manjar, arroz-doce e melão; rosas e palmas brancas, tudo depositado à beira-mar.
Água de Yemanjá para lavagem de cabeça (amaci): água de fonte com pétalas de rosas brancas e erva cidreira maceradas e curtidas por sete dia.

Rubens Sareceni

yemanja

Iemanjá
Iemanjá é a senhora do mar,  o líquido amniótico da Mãe Terra. Representa a beleza, a família, a maternidade e o amor. É a mãe dos peixes, reverenciada pelos pescadores que a associam a N.Sra dos Navegantes e fazem procissões de barcos em sua homenagem ou como N.Sra da Candelária festejada em 2 de fevereiro. Mas a sua homenagem mais representativa da devoção do povo brasileiro a este Orixá ocorre em 31 de dezembro quando milhares de pessoas em todo litoral brasileiro, aproveitando a festa da passagem de ano a homenageiam com presentes que são lançados ao mar.

Sua saudação é “Odoyá Iemanjá” ou “Marabô Doyá Iemanjá” ou mesmo “Odociabá Iemanjá”. Seu dia na semana é o sábado.

Seu elemental é  a água do mar, a prata e a lua também vibram na energia de Yemanjá.

Sua cor na Umbanda é o azul claro.
O Físico e o Temperamento
As mulheres e os homens filhos de Iemanjá são na maioria das vezes de corpo delicado e belos, de traços finos, não são muito gordos nem altos, mas possuem beleza acentuada. Refletem limpeza e parecem sempre estar de roupa que acabou de ser passada. São caseiros e gostam de conforto.
Comportam-se gentilmente com todos, sabem perdoar e compreender os erros das pessoas com quem se relacionam. Com o cônjuge, com os filhos e os parentes cedem bastante, pois fazem de tudo para manter o ambiente familiar em paz.
Trabalham diligentemente, mas sem pressa, seguindo uma rotina diária constante. Seguem as tradições os padrões já fixados pela sociedade sem pensar em alterá-los. Suas ações são previsíveis, quem convive com esse filho sabe exatamente o que ele fará nesta ou naquela situação. Mas apesar disto é agradável estar em sua companhia, pois ele não tumultua as situações. Seu estado de ânimo é variável, suas oscilações são sutis, é preciso observar bem para ver como ocorrem a todo instante, na verdade ele muda tanto como a lua e as marés, só que procura manter um comportamento externo igual,quando consegue, para que os outros não oscilem junto com ele.
Esse filho consegue o que quer sem estardalhaço, não usa a força ou a violência para intimidar os outros. A fé, a generosidade e a simpatia são armas que usa para alcançar seus propósitos. São mais maternais com seus afetos do que sensuais. Quando se apaixonam usam o raciocínio e da reflexão para viver este momento equilibradamente. Sua sensibilidade artística é grande, quando não se envolve diretamente com o mundo das artes gostam de apreciá-las.
O amor ao lar e ao lugar de onde vem faz com que sempre volte de viagens saudosos e felizes.
A futilidade e a superficialidade das aparências são defeitos que quando ocorrem prejudicam sua vida financeira. Gostam de objetos caros e de pouca utilidade. Socialmente é muito admirado e sua companhia é afável e tranqüila, cortês com todos, tem amigos que conserva através dos anos. Não costuma abrir a boca para agredir nem para falar mal dos outros. É bom ouvinte e costuma dar conselhos equilibrados. quando chamado a resolver casos conflituosos normalmente tem decisões acertadas
O ciúme que o filho de Iemanjá tem de suas coisas é grande, mas não se manifesta agressivamente. A limpeza, o confoto e a segurança do lar são muito importantes, a mulher de Iemanjá vive preocupada com a higiene da casa chegando a alguns casos ao fanatismo, já o homem precisa ter em sua casa um ambiente harmônico sem barulho ou bagunça. Para cativar um filho de Iemanjá o primeiro caminho é elogiá-lo, eles gostam disto, pois são inseguros de suas qualidades. A aprovação e o apoio fazem com que eles se sintam estimulados.
Um dos seus defeitos é ter teoria de fraternalismo que ele mesmo não pratica, pois embora defenda um mundo onde todos se dão as mãos e trabalham por um objetivo comum, ele próprio é egoísta e preocupado demais com seus problemas pessoais.
Sua intuição acentuada aliada a dons mediúnicos pode ser fonte de desenvolvimento espiritual que conduzirá a iluminação. Muitas vezes sem perceber o que dizem conseguem prever fatos. mas também são impressionáveis e podem se assustar quando percebem sua mediunidade, nestes casos precisam de orientação segura e firme para se desenvolverem de forma sadia e correta, já que podem ser vítimas de charlatanismo.
Seus defeitos são a inconstância, a indecisão, o desânimo, a rabugice a intriga que devem ser combatidos com suas qualidades mais vibrantes como a amizade, a paz, a imparcialidade, a sociabilidade a diplomacia. Os filhos de Iemanjá gostam de viver no mundo da imaginação. Apreciam ficar sentados às vezes por horas deixando a mente divagar. Neste momento criam ilusões românticas idéias que satisfazem seus anseios profundos. Se conseguirem usar a imaginação como exercício de visualização que os conduza ao caminho do progresso pessoal conseguirão concretizar seus amores e sucesso profissional.

mar

Amor e Casamento
Os filhos de Iemanjá são compreensivos, harmoniosos, pacientes, afetuosos e idealistas no amor. sua natureza ardente é controlada e a aparência nem sempre traduz o que vai no íntimo, a calma e o equilíbrio muitas vezes parece pouca paixão. A busca constante da harmonia define o tipo de relacionamento que o filho (a) de Iemanjá procura, mas quando encontra alguém que lhe parece perfeito ele costuma vacilar.
O sorriso de um filho ou filha de Iemanjá é sedutor, suas palavras cativam, sua doçura prende. Quando eles querem conquistar nada é feito de forma comum. Seus argumentos são usados com arte, seus truques são sutis e sua atração é natural. As lendas dizem que Iemanjá seduz os pescadores e os levam para o fundo do mar, seus filhos são praticamente irresistíveis e preocupados em agradar seus parceiros. Contudo falham em não perceber quais são as reais necessidades íntimas de seus parceiros, eles não tem o poder de análise dos filhos de outros Orixás, enganam-se quanto ao que é importante e tomam decisões erradas por falta e percepção.
Quando jovens seus filhos são namoradores, mas não se prendem por muito tempo, confundem amor com amizade e muitas vezes levam um tempo enorme para conseguir dizer a alguém que se enganou em relação aos seus próprios sentimentos. os corações partidos que Iemanjá deixa pelo caminho são difíceis de consertar.
O filho de Iemanjá não é volúvel embora tenha interesse vivo por qualquer bela mulher, mas é comodista e uma vez tendo encontrado sua parceira será com facilidade mantido longe de tentações.
A filha de Iemanjá tem que se cuidar, pois é vítima de conquistadores mal intencionados, ela é confiante e ingênua na juventude e deixa-se iludir com facilidade. Mais tarde será ela que gostará de conquistar e fascinar os homens. Quando casa costuma ser fiel, mas convém ao seu marido procurar agradá-la constantemente, pois ela será alvo do desejo de outros homens, aos quais não incentivará de forma alguma.
O desejo de associação se deve a necessidade de ter alguém para compartilhar a vida, mas a escolha deve ser cuidadosa, pois a tendência a ceder de modo a manter a paz e a harmonia a qualquer custo pode acabar colocando o casamento em uma situação restritiva.
Trabalho e Dinheiro
As atividades onde o filho de Iemanjá poderá conseguir uma aplicação correta de seus talentos são a psicologia, a estética facial e corporal, as artes em geral, o trabalho com líquidos, as viagens. Em qualquer atividade esse filho(a) terá percepção que lhe permitirá introduzir novos métodos e proporcionar uma perspectiva renovadora ao trabalho , mas nas atividades descritas ele terá mais chance de sucesso.
Idealista, se envolve em projetos futuristas. Felizmente tem aptidão para visualizar algo em que possa criar circunstancias ideais de realização. A aplicação prática torna suas concepções boa fonte de renda.
As qualidades criativas são o ponto de partida que este filho (a) precisa para se posicionar, nada que o faça seguir regras impostas irá lhe proporcionar satisfação profissional. Diplomático, uma posição que o obrigue estar constantemente tomando decisões rápidas irá cansá-lo, precisa de situação em que possa elaborar seus pensamentos com calma, o silêncio em que se coloca nesta hora é sinal de que está planejando. Ele precisa de tempo para chegar a uma decisão final que considere lógica e sensata, neste processo é comum pedir opinião a outras pessoas, mesmo as não envolvidas no assunto, pois levará em consideração os comentários antes de se decidir finalmente.
O trabalho em equipe agrada muito a esse filho (a), ele gosta de ver várias pessoas agindo por um objetivo comum. Isso o incentiva a produzir. Nesses momentos surgirão suas qualidades de liderança e seus dotes diplomáticos seu tato com as pessoas, seu juízo claro e sensato e sua capacidade de liderança o fazem subir naturalmente.
A mulher -filha de Iemanjá- que trabalha mantém sua graça e encanto, mas é firme e não se deixa iludir. Não é fácil obter vantagens com ela.
A fama da indecisão do filho de iemanjá é famosa, essa fama será descrita em vários arquétipos , mas o filho (a) não costuma concordar com esta fama, afinal estará pesando os pró e os contras, e se você o (a) acha muito demorada o problema será só seu, pois quando ele (a) resolver agir será eficiente e decidido, conseguindo superar e muito seus concorrentes.
Os filhos de Iemanjá apreciam serem juízes das disputas que acontecem no trabalho. Os colegas e subordinados levam até ele (a) as reivindicações deixando com ele (a) a decisão do que fazer ou como fazer certos que ele (a) será muito hábil em conseguir vantagens para seus pares. Gosta de discutir, não impõe suas idéias, prefere argumentar nem que isto seja exaustivo e demorado
Saúde
O filho de iemanjá tem boa saúde quando conseguem uma vida equilibrada. Tudo que eles fazem em excesso produz um resultado negativo em seu corpo e mente.
As pedras nos rins, as dores renais, os distúrbios no aparelho urinário, as verrugas, feridas, machucados, cicatrizes ou pancadas nas nádegas são as primeiras manifestações que seu corpo sofre quando desarmônico.
Os doces e as bebidas alcoólicas são responsáveis por seus problemas de obesidade, estomago pele, rins e bexiga. As dores de cabeça, as coceiras e os furúnculos refletem também estes excessos.
O peito e os pés são outros pontos sensíveis no filho de Iemanjá que podem sofrer resfriados fortes ou pneumonias, além de pancadas e ferimentos nestes lugares.
O repouso é o primeiro remédio que o filho de Iemanjá precisa para se restabelecer. A paz e a harmonia precisam retornar à vida dele (a), quando quer ter sua saúde de volta. Dormir muito refaz sua energia, música e cores suaves igualmente colaboram para reequilibrá-lo.
Se seu sangue vier a sofrer alterações por causa da má circulação ou outras disfunções, ele terá problemas na coluna vertebral ou hormonais. A coluna lombar e os quadris são os pontos mais atingidos. As supras renais costumam causar alguns distúrbios de saúde ao filho (a) de Iemanjá.
O Homem de Iemanjá
Ele é bondoso, delicado, justo, sedutor, imparcial, equilibrado, intuitivo, suave, mas também indeciso e rabugento, desanima por pouca coisa. Como quer ser aceito socialmente, é muito sensível ás opiniões que os outros tem sobre ele.
Não suporta a grosseria, a vulgaridade, a falta de refinamento.
Alguns homens de Iemanjá, quando jovens, têm problemas para enfrentar a realidade de um dia-a- dia duro e sem encanto. Com o tempo aprenderá a passar pelas obrigações diárias mais facilmente, encontrando em seus gostos pessoais um refúgio recuperador.
Normalmente bonito fisicamente, tem presença marcante, intenso e ardente pode ser vítima de parceiros manipuladores tornando-se infeliz por não conseguir se libertar.
Sabe guardar segredos e gosta de receber confidencias, mas nem sempre sabe analisar o que ouve porque é deficiente na análise dos motivos que levaram as pessoas a se comportar desta ou aquela maneira, embora consiga aconselhar com propriedade devido a seu senso justo e equilibrado.
A Mulher de Yemanjá
Ela é a mais amorosa das mulheres, a mais delicada e feminina, vaidosa e sedutora, seus traços são suaves e finos, reservada procura não chamar atenção.
Desde jovem busca a independência, intelectual estudará para subir na vida. O trabalho é importante para ela, pois lhe proporcionará independência e bancará as despesas que terá com seus gostos pessoais. Seu atrativo está em sua aparente fragilidade, no seu parecer indefeso e na sua carência de cuidados e atenções. Admirada e muito cortejada quando moça, se confunde com sua dificuldade em dizer não. Profissional competente tem bom poder de análise e é boa para comandar uma equipe. Sensata e equilibrada com as finanças não consegue tomar decisões rápidas, ela precisa de tempo para se resolver, se forçada a fazê-lo sem a análise necessária, muda de idéia quando menos se espera.
Confidente guarda segredos como ninguém. Outra face de Yemanjá dota suas filhas de firmeza. Apesar de sua aparência delicada pode ser bastante teimosa quando se trata de exigir o que julga ser seu de direito.
A mãe de Yemanjá é excelente para os filhos menores, os protege de tudo, satisfaz suas necessidades, mimando ao extremo. A educação que lhes dá inclina-se a mais tradicional, cheias de proibições. Tempera com bastante amor sua severidade e é fácil reconhecer seus filhos, ele terá sempre as roupas limpas, o cabelo bem penteado de aparência notável. Quando crescem seus cuidados diminuem ela volta a se dedicar mais ao seu marido
Sua saúde pode ter problemas em áreas bem definidas, dores de cabeça, tensões pré menstruais, que as tornam irritadiças e choronas, acúmulo de água nas pernas e os rins podem ser outros pontos fracos.
Em cada filha de Yemanjá há um pouco de homem assim como em cada filho de Yemanjá há um pouquinho de mulher. Ambos são como as ondas do mar que às vezes ficam revoltas. Quando tudo passa o equilíbrio retorna trazendo a bonança da paz.

Oxum

 Ai Iê Mamãe Oxum!
oxum ninfa
     Oxum é o Trono irradiador do Amor Divino e da Concepção da Vida em todos os sentidos. Como “Mãe da Concepção” ela estimula a união matrimonial, e como Trono Mineral ela favorece a conquista da riqueza espiritual e a abundância material.

A Orixá Oxum é o Trono Regente do pólo magnético irradiante da linha do Amor e atua na vida dos seres estimulando em cada um os sentimentos de amor, fraternidade e união.

Seu elemento é o mineral e, junto com Oxumaré, forma toda uma linha vertical cujas vibrações, magnetismo e irradiações planetárias multidimensionais atuam sobre os seres e os estimula os sentimentos de amor e acelera a união e a concepção.

Na Coroa Divina, a Orixá Oxum e o Orixá Oxumaré surgem a partir da projeção do Trono do Amor, que é o regente do sentido do Amor.

Oxum assume os mistérios relacionados à concepção de vidas porque o seu elemento mineral atua nos seres estimulando a união e a concepção.

Todos devem saber que a água é o melhor condutor das energias minerais e cristalinas. Por esta sua qualidade única, surgem diversos tipos de água, sendo que a água “doce” dos rios é a melhor rede de distribuição de energias minerais que temos na face da Terra.

cachoeira 3

E o mar é o melhor irradiador de energias cristalinas.

Saibam que a energia irradiada pelo mar é cristalina e a energia irradiada pelos rios é mineral. E justamente neste ponto, surgem confusões quando confundem a Orixá Oxum com Yemanjá.

A energia mineral está presente em todos os seres e também em todos os vegetais. E por isto Oxum também está presente na linha do Conhecimento, pois sua energia cria a “atração” entre as células vegetais carregadas de elementos minerais. Já em nível mental, a atuação pelo conhecimento é uma irradiação carregada de essências minerais ou de sentimento típicos de Oxum, a concepção em si mesma.

Saibam que a Ciência dos Orixás é tão vasta quanto divina, e está na raiz do todo o saber, na origem de todas as criações divinas e na natureza de todos os seres. É na Ciência dos Orixás que as lendas se fundamentam, e não o contrário.

Rubens Sareceni

oxum 5

O elemental de Oxum é a água doce e está presente nos rios, lagos, fontes, cachoeiras e regatos.

Sua energia está associada à Nossa Senhora da Conceição, cuja festa é comemorada no dia 8 de dezembro.

Em outros estados brasileiros tem ligação com N.Sa das Candeias, N.Sa Aparecida, N.Sa da Glória, N.Sa do Carmo.

N.Sra de Fátima e N.Sr de Lourdes também vibram na mesma frequência.

ns senhora

Divindade que protege as mães e as crianças, cuidando de nutrir, zelar e proteger todos que necessitam de seus cuidados.

Sua palavra-chave é: fertilidade.

O filho de Oxum está  sempre preocupado com o conforto das pessoas que o cercam, querendo atender suas necessidades .A graça e as boas maneiras, a sensibilidade e a compaixão, são seus atributos já que é sempre muito dedicado ao próximo.Dotado de boa memória, veremos que este atributo será marcante em suas ações, pois que é  filho de Oxum não esquece o passado.

Magoar um filho de Oxum é fácil, qualquer grosseria ou gesto mais brusco o deixa muito ofendido. Quando se entristece, derrama toneladas de lágrimas e tristezas em torno de si.Toda a pessoa filha de Oxum é mãe.

Tanto homem, quanto mulher vai cuidar de seus filhos como mãe, é comodista e apegado ao que lhe pertence, seja objeto, ou amor.É extremamente teimoso, quando desaprova algo nada o faz mudar de ideia, tornando-se resistente e desconfiado. Não gosta muito de ir ao médico e quando se sente doente deixa a doença tomar conta, até ficar realmente mal, para então pedir socorro. Seu reino é sua casa, lá ele jamais ficará entediado, pois sempre encontrará o que fazer. Sua maior preocupação serão os filhos, que ele insistirá em proteger excessivamente.Não se pode entender um filho de Oxum por meio de um modelo básico, porque seu Orixá dá a ele muitos temperamentos, alguns dos quais conflitantes e opostos.O mau humor e as lágrimas são os comportamentos de um filho de Oxum que está infeliz no amor ou magoado. Seu companheiro precisa evitar criticá-lo ou censurá-lo, devendo sim estimulá-lo com elogios.Vive para o seu trabalho e sua casa e é cauteloso e tímido ao escolher seu par.Tem um mau humor extremo, que se transforma em rabugice intolerável, fica remoendo e resmungando pelos cantos de forma lamuriosa, neste momento é aconselhável deixa-lo a sós. Seu aspecto negativo é o excesso de cautela, preguiça, egoísmo e muita pena de si mesmo. Sentimentos de posse geram ciúme exagerado e a sovinice.Embora dificilmente parta dela a iniciativa para iniciar um relacionamento, depois que se envolve é excitante e participativa, romântica e delicada.Como atrai todo o tipo de pessoa, ela tem que se habituar a selecionar quem merece atenção. Sua energia pode ser afetada por aqueles que vêm apenas para sentir sua proteção maternal. Seu equilíbrio emocional pode ser desfeito e ela vir a esquecer sua vida pessoal para se dedicar a problemas alheios. Os partos, a amamentação, a fecundidade da natureza e a geração estão sob domínio de Oxum.

oxum 6

O Físico e o Temperamento

O filho de Oxum tem rosto redondo, mãos cheias e é ou foi, em alguns casos, gordinho em um dado momento de sua vida.

O filho deste Orixá, seja homem ou mulher, trata a todos com dedicação maternal, se interessando por tudo o que acontece e sofrendo quando vê um pobre, um doente ou uma criança desamparada em má situação. Sua compaixão será seguida de cuidados, pois Oxum auxilia a quem precisa. Além de agradar aos outros, o filho deste Orixá também agrada a si mesmo. É vaidoso e despende tempo fazendo comidas de que gosta, mudando os cabelos, comprando roupas joias ou bijuterias.

A sua casa é seu lugar preferido, defenderá o lar com tenacidade, não deixando que nada perturbe a tranquilidade e o equilíbrio.

Extremamente cauteloso, parece perder oportunidades de agir, mas na verdade sua cautela não tem origem no medo, mas sim numa intuição profunda do que vai dar certo ou não. Convém a ele separar sua natureza negativa de sua intuição negativa, a intuição deve ser seguida, pois ela vem de seu Orixá regente, já o espirito negativo deve ser combatido, pois poderá ser um entrave ao seu progresso.

Sua capacidade mediúnica é manifestada por clarividência, premonição e psiquismo profundo. Os menos evoluídos podem ser vítimas de perseguições de espíritos atrasados.

Na personalidade humana, Oxum representa o “anima”, que a psicologia considera a faceta feminina, sendo sensível, intuitiva e vulnerável.

Amor e Casamento

O filho de Oxum é sentimental, romântico e necessita receber retribuição tão ardente, quanto a que dá. Gosta de se sentir admirado e desejado. Apaixonado, fica momentaneamente cego e neste período não percebe se a pessoa lhes convém ou não. Por isso, não deve ser precipitado ao escolher um companheiro, já que o casamento para o filho de Oxum é muito importante, devendo dar tempo para conhecê-lo melhor.

Tem tendência a reviver momentos passados e usa a sua boa memória para os bons e os maus momentos, inclusive revivendo brigas passadas e problemas não resolvidos.

Quando é solteiro, o homem de Oxum vacila quanto ao casamento por medo de se decepcionar. Já a mulher, estará sempre a procura de um amor e quando encontrá-lo nada a fará separar-se dele.

Trabalho e Dinheiro

As profissões mais adequadas aos filhos de Oxum são as ligadas à estética corporal, a alimentação, a psicologia, mas o verdadeiro progresso virá para esse filho quando ele vencer seu pessimismo e a vontade de abandonar tudo quando as coisas ficam difíceis.

Sociedades comerciais não o favorecem, pois podem sofrer prejuízos por sócios inescrupulosos ou exigentes demais.

Negócios em que tem afluência de público são bons para eles, bem como áreas ligadas às artes e à literatura.

É conservador e bastante equilibrado para lidar com dinheiro, mas tem um lado generoso de forma que é capaz de ajudar quem estiver realmente necessitado. Quando empresário, estimula seus empregados a produzirem para ganharem mais e é formal e compreensivo ao tratar com seus subordinados. Quando empregado, é competente e dedicado e tem a capacidade de se tornar indispensável, chamando cada vez mais para si responsabilidades sobre novas tarefas, visando um ganho maior e promoções.

Saúde

Todas as inseguranças que atormentam o filho de Oxum, seus medos e rejeições, produtos de sua instabilidade emocional, se refletem na sua condição física.

O aborrecimento e a angústia causados pelo temor de perder sua segurança o levam a depressão e provocam as doenças. Acidentes também acontecem quando fica desligado e imerso em suas meditações.

Seu melhor remédio está em manter uma vida animada e solta, encarar com otimismo suas apreensões e rir sempre. Ao meditar, ele consegue se recuperar, pois é capaz de controlar suas funções com a mente voltada positivamente para seu corpo.

O homem de Oxum

Há bem menos filhos de Oxum do que filhas, mas Seu filho é vaidoso, escolhe suas roupas com cuidado, combinando bem as cores, e dá muito valor a essa vaidade. É também calmo, sensível, firme, tenaz, doméstico, muito fiel e preza a estabilidade familiar.

oxum 4

A mulher de Oxum

A filha de Oxum recebe de seu Orixá regente dons preciosos que a tornam mãe, esposa e amante adoradas. Envolvente, delicada e feminina, quase tímida ao se apaixonar, gosta de ser elogiada e de ouvir declarações de amor de seu par, pois é insegura. Suas preocupações a afetam bastante, tem medos que a deprimem.

Considera-se bonita, mas não o bastante, tem medo de ficar pobre e sempre acha que não é amada o suficiente.

Não recebe bem críticas, já que elas aumentam sua depressão e reforçam seus complexos de inferioridades. É preciso tato ao criticá-la, pois se magoa com facilidade. Essa filha não pode ser ridicularizada.

Os aspectos negativos da filha de Oxum são a autopiedade e orgulho que, quando ferido, pode desequilibrar sua vida. Tem também mania de se comparar com outras pessoas conhecidas, ou parentes.

Seu mau humor a prejudica e nessa hora ou na hora da mágoa se isola, deprime-se, reclama da vida, chora bastante, mas de repente enxuga as lágrimas e começa a arrumar a casa, esquecendo seus desgostos. Busca no casamento proteção e amor.

 

Oxalá

oxalá

Oxalá

Oxalá é o Trono Natural da Fé e seu campo de atuação preferencial é a religiosidade dos seres, aos quais ele envia o tempo todo suas vibrações estimuladoras da fé individual e suas irradiações geradoras de sentimentos de religiosidade.

Fé! Eis o que melhor define o Orixá Oxalá. Sim, amamos irmãos na fé em Oxalá. O nosso amado Pai da Umbanda é o Orixá irradiador da fé em nível planetário e multidimensional. Oxalá é sinônimo de fé. Ele é o Trono da Fé que, assentado na Coroa Divina, irradia a fé em todos os sentidos e a todos os seres. Comentar Oxalá é desnecessário porque ele é a própria Umbanda. Logo, vamos nos afixar nas suas qualidades, atributos e atribuições.

QUALIDADES: As qualidades de Oxalá são, todas elas, mistérios da Fé, pois ele é o Trono Divino irradiador da Fé. Nada ou ninguém deixa de ser alcançado por suas irradiações estimuladoras da fé e da religiosidade. Seu alcance ultrapassa o culto dos Orixás, pois a religiosidade é comum a todos os seres pensantes. Jesus Cristo é um Trono da Fé de nível intermediário dentro da hierarquia de Oxalá. E o mesmo acontece com Buda e outras divindades manifestadoras da fé, pois muitos Tronos Intermediários já se humanizaram para falar aos homens como homens e , assim, melhor estimularem a fé em Deus. Todas as divindades irradiam a fé. Mas os Tronos da hierarquia de Oxalá são mistérios da Fé e irradiam-na o tempo todo.

ATRIBUTOS: Os atributos de Oxalá são cristalinos, pois é através da essência cristalina que suas irradiações nos chegam, imantando-nos e despertando em nosso íntimo os virtuosos sentimentos de fé. Saibam que a essência cristalina irradiada pelo Divino Trono Essencial da Fé é neutra quando irradiada. Mas como tudo se polariza em dois tipos de magnetismos, então o pólo positivo e irradiante é Oxalá e o pólo negativo e absorvente é Oiá. Oxalá irradia fé o tempo todo e Oiá absorve as irradiações religiosas desordenadas vibradas pelos religiosos deseiquilibrados. Ela se contrapõe a ele porque a atuação dela é no sentido de absorver os excessos religiosos vibrados pelos seres que se excedem nos domínios da fé. Já Oxalá irradia fé e estimula a religiosidade o tempo todo, a todos.

ATRIBUIÇÕES: As atribuições de Oxalá são as de não deixar um só ser sem o amparo religioso dos mistérios da Fé. Mas nem sempre o ser absorve suas irradiações quando está com a mente voltada para o materialismo desenfreado dos espíritos encarnados. É uma pena que seja assim, porque os próprios seres se afastam da luminosa e cristalina irradiação do divino Oxalá… e entram nos gélidos domínios da divina Oiá, a Senhora do Tempo e dos eguns negativados nos aspectos da fé.

OFERENDAS: Oxalá é oferendado com velas brancas, frutas, côco verde, mel e flôres. Os locais para oferendá-lo são aqueles que mais puros se mostram, tais como: bosques, campinas, praias limpas, jardins floridos, etc. Já os regentes dos pólos negativos da linha da Fé não se abrem ao plano material e não são invocados ou oferendados.

Rubens Sarraceni

Iansã

iansã

Iansã

Iansã é a aplicadora da Lei na vida dos seres emocionados pelos vícios. Seus campo preferencial de atuação é o emocional dos seres: ela os esgota e os redireciona, abrindo-lhes novos campos por onde evoluirão de forma menos “emocional”.

 lansã, em seu primeiro elemento, o ar,  forma com Ogum um par energético onde ele rege o pólo positivo e é passivo pois suas irradiações magnéticas são retas. lansã é negativa e ativa, e suas irradiações magnéticas são circulares ou espiraladas. Observem que lansã se irradia de formas diferentes: é cósmica (ativa) e é o orixá que ocupa o pólo negativo da linha elemental pura do ar, onde polariza com Ogum. Já em seu segundo elemento ela polariza com Xangô, e atua como o pólo ativo da linha da Justiça, que é uma das sete irradiações divinas.

Na linha da Justiça, lansã é seu aspecto móvel e Xangô é seu aspecto assentado ou imutável, pois ela atua na transformação dos seres através de seus magnetismos negativos.

lansã aplica a Lei nos campos da Justiça e é extremamente ativa. Uma de suas atribuições é colher os seres fora-da-Lei e, com um de seus magnetismos, alterar todo o seu emocional, mental e consciência, para, só então, redirecioná-lo numa outra linha de evolução, que o aquietará e facilitará sua caminhada pela linha reta da evolução.

As energias irradiadas por lansã densificam o mental, diminuindo seu magnetismo, e estimulam o emocional, acelerando suas vibrações. Com isso, o ser se torna mais emotivo e mais facilmente é redirecionado. Mas quando não é possível reconduzi-lo à linha reta da evolução, então uma de suas sete intermediárias cósmicas, que atuam em seus aspectos negativos, paralisam o ser e o retém em um dos campos de esgotamento mental, emocional e energético, até que ele tenha sido esgotado de seu negativismo e tenha descarregado todo o seu emocional desvirtuado e viciado.

São vinte e uma orixás lansãs intermediárias aplicadoras da Lei nas Sete Linhas de Umbanda. Como seus campos preferenciais de atuação são os religiosos, não é de se estranhar que nossa amada mãe lansã intermediária para a linha da Fé nos campos do Tempo seja confundida com a própria Oiá, já que é ela quem envia ao tempo os eguns fora-da-Lei no campo da religiosidade. lansã do Tempo, não tenham dúvidas, tem um vasto campo de ação e colhe os espíritos desvirtuados nas coisas da Fé, enviando-os ao Tempo onde serão esgotados.

Mas, não tenham dúvidas, antes ela tenta reequilibrá-los e redirecioná-los, só optando por enviá-los a um campo onde o magnetismo os esvazia quando vê que um esgotamento total em todos os sete sentidos é necessário. E isto o Tempo faz muito bem! Já lansã Bale, do Bale, ou das Almas, é outra intermediária de nossa mãe maior lansã que é muito solicitada e muito conhecida, porque atua preferencialmente sobre os espíritos que desvirtuam os princípios da Lei que dão sustentação à vida e, como vida é geração e Omulu atua no pólo negativo da linha da Geração, então ela envia aos domínios de Tatá Omulu todos os espíritos que atentaram contra a vida de seus semelhantes ao desvirtuarem os princípios da Lei e da Justiça Divina.

Logo, seu campo escuro localiza-se nos domínios do orixá Omulu, que rege sobre o lado de “baixo” do campo santo. Mas também são muito conhecidas as lansãs intermediárias Sete Pedreiras, dos Raios, do Mar, das Cachoeiras e dos Ventos (lansã pura). As outras assumem os nomes dos elementos que lhes chegam através das irradiações inclinadas dos outros orixás, quando surgem as Iansãs irradiantes e multicoloridas. Temos: • uma Iansã do Ar. • uma Iansã Cristalina. • uma lansã Mineral. • uma Iansã Vegetal. • uma lansã Ígnea. • uma lansã Telúrica. • uma lansã Aquática. Bom, só por esta amostra dos múltiplos aspectos de nossa amada regente feminina do ar, já deu para se ter uma idéia do imenso campo de ação do mistério “Iansã”.

O fato é que ela aplica a Lei nos campos da Justiça Divina e transforma os seres desequilibrados com suas irradiações espiraladas, que o fazem girar até que tenham descarregado seus emocionais desvirtuados e suas consciências desordenadas! Não vamos nos alongar mais, pois muito já foi dito e escrito sobre a “Senhora dos Ventos”.

Rubens Saraceni

iansã 2

É a senhora dos ventos e das tempestades.

Como Orixá  altiva, poderosa, guerreira, Iansã tem a força que aplaca os raios e os trovões. É  valente e briguenta, não aceita ordens nem escuta desaforos.É independente, nunca se deixa dominar, só obedece a si própria. Seu temperamento é sensual e autoritário.

É o único Orixá com poder para controlar a ação de espíritos negativos. Junto com  Omolu  é a dona dos cemitérios, sua cor é o amarelo escuro , é relacionada com a energia de Santa Barbara e festejada em 4 de dezembro. Seu dia na semana é segunda- feira , mas nas quartas-feiras também é cultuada, talvez por sua relação com Xangô.

O Físico e o Temperamento

Os filhos de Iansã são como ela: livres e independentes, não dão nenhuma importância à opinião alheia.  Amam a natureza, adoram viajar, são extrovertidos e gostam de diversões.

Audaciosos, poderosos e autoritários como ela, os filhos deste Orixá não aceitam afrontas e encaram qualquer desafio prontamente. Sua atitude é geralmente brusca e eles tendem a intimidar seus rivais com uma violência verbal que não mede palavras. Nada fica por dizer ou fazer quando um filho de Iansã reage. Se não provocado, contudo , é uma pessoa capaz de ter um temperamento cordato e tranqüilo. A cólera de Iansã é igual a de seus filhos: violenta e assustadora,ela não suporta ser contrariada.

São ciumentos, não admitem  traição, mas são facilmente envolvidos em confusões sentimentais pois deixam-se seduzir por promessas e elogios. Numa união analisam sempre as vantagens materiais e tendem a escolher alguém com posição social e financeira acima dele.

Adoram  ser adulados, mas não se deixam levar por elogios falsos, pois sabem exatamente quais são seus defeitos e suas qualidades. Os filhos deste Orixá têm domínio invejável sobre sua personalidade. As restrições e limitações são vencidas com força de vontade férrea. Não há nada que eles  decidam fazer que não consigam, não há obstáculo capaz de dete-los, nem inimigo capaz de derruba-los. Os impedimentos serão superados, um a um, com determinação e capacidade. São vingativos com os desleais,com os fracos, os mentirosos e com os trapaceiros. São difíceis de perdoar e de serem complacentes, são rígidos em suas atitudes e inflexíveis em suas opiniões. Os olhos dos filhos de Iansã conseguem ver a alma das pessoas, pelo olhar eles  dominam  e conhecem  todos. Seus  corpos geralmente são fortes, emanando vitalidade e sensualidade. Não falam muito, não tem gestos bruscos, parecem totalmente equilibrados. Mas esta calma é superficial  e a qualquer momento pode vir uma tempestade pois por dentro eles estão em permanente ebulição.

A franqueza dos filhos de Iansã é sempre verdadeira, nunca dirão alguma coisa só para agradar. Seus elogios são verdadeiros, suas críticas são contundentes e suas opiniões diretas. Normalmente são adorados ou odiados. Corajosos não tem medo praticamente de nada, nem mesmo da morte, nas emergências consegue pensar com frieza e agir com rapidez, são dotados de profundo poder de observação, não há como manter nada escondido deles. Bem sucedidos nos estudos, porque tem auto-controle e aptidão para aprender com rapidez. São afetuosos e apaixonados , embora pouco o demonstrem. Os sonhos e pesadelos são quase uma constante para esses filhos. Na maturidade tendem  a desenvolver depressão e vão tentar  resolver sozinhos esse problema.

 ventos

Amor e Casamento

São amorosos e sensuais, querem alguém com temperamento educado, cortês, amável, encantador e romântico, que consiga equilibrar suas maneiras áridas. Uma companhia capaz de aparar as arestas que eles vão deixando pelo caminho, pacificadora e firme no controle das situações difíceis que eles criam. Esse alguém tem que saber se opor com firmeza aos excessos que os filhos de Iansã cometem, não deve ser muito dócil , o que lhes pareceria fraco, nem intimidador.

A paixão é a mola que impulsiona os filhos de Iansã, vão exigir de seus parceiros uma reputação e comportamento impecáveis, são extremamente fiéis e consideram a fidelidade um assunto muito sério. Há filhos de Iansã que experimentam de tudo antes de  resolverem manter um relacionamento verdadeiro, e mesmo esses quando saem desta fase, consideram-se limpos, pois não permitem que sua alma seja poluída. O ciúme dos filhos de Iansã é terrível, é preciso muita coragem para enfrenta-lo. Sendo magoado ou traído não costuma manifestar seus sentimentos,disfarçando suas emoções através de um comportamento frio e distante.Casado será dedicado ao lar e a família. Todos tem que gostar do que ele gosta, ir onde ele vai. Este comportamento é muito sufocante, seus filhos mais tarde reagirão a tantas imposições.

São muito severos e exigentes na educação dos seus filhos, impostando rígida disciplina na infância, dosando com amor esta rigidez, o que fará com que seu valor seja reconhecido mais tarde  em fase adulta.

Poderão ter envolvimento com drogas na fase adulta, o que determinará o fim da relação, já que o seu temperamento explosivo fica incontrolável sob a ação do vício. Outro problema para manter a relação é a incompatibilidade sexual, pois se esse filho não encontrar em seu parceiro retribuição e constante satisfação dos seus desejos, tudo pode terminar. 

Trabalho e Dinheiro

Tudo o que envolve criatividade e imaginação está indicado ao filho de Iansã. Sua capacidade de ganhar dinheiro é grande. Sabe lidar com finanças, pois,embora goste de gastar dinheiro, sabe fazer crescer o que ganha com seu trabalho, seus investimentos produzem lucros e lhe garantem segurança. Atividade constante mantém o filho de Yansã saudável e tranqüilo , parado fica frustrado e deprimido ou impaciente e irritado. Para ele é essencial sentir-se produtivo.

Como patrão é exigente e motivador. Controla tudo detalhadamente e procura não deixar nada passar despercebido. È infatigável e exige de seus subordinados muita disposição para o trabalho. Não gosta de ser adulado mas quando o elogio é sincero se envaidece e fica secretamente feliz.

Como empregado é trabalhador, discreto e eficiente, leal a si próprio , seu objetivo é dar o que recebe pelo salário que lhe pagam, por isso se for bem pago produzirá muito, é competente com o que é de sua obrigação, não perde tempo desnecessáriamente , mas ficará em um determinado emprego enquanto lhe for conveniente. 

Saúde

A saúde do filho de Yansa é boa, tem corpo forte e bem constituído , adoece por causa de trabalho pesado, depressão, melancolia ou por cometer excessos.

Seus pontos fracos são o útero e os ovários nas mulheres, a bexiga e a uretra nos homens. Sujeito a problemas no fígado que alteram sua disposição e os obrigam a se afastarem de determinados alimentos que gosta muito, mas seu poder de recuperação é surpreendente, é capaz de reverter um quadro de doença apenas usando sua força de vontade – a força de Yansã dá aos seus filhos o poder de curar o corpo através da mente.

Por causa de atividades físicas está sujeito a problemas nas pernas, tornozelos, costas, coluna e varizes. São vulneráveis a acidentes com fogo e explosivos e é na idade madura que ele corre o risco de descrer de si mesmo e de seus objetivos passados. É quando a depressão pode vitima-lo, a religião ou o redirecionamento do trabalho nesta fase poderá ajuda-lo servindo como antídoto para esses males. 

O Homem de Iansã

Dotado de espírito extremamente forte é capaz de enfrentar tudo que o destino colocar em sua vida, dotado de olhos expressivos irradia uma personalidade determinada e de força positiva, amoroso, generoso, leal, capaz de emoções profundas mas, no entanto, é capaz de vingar cruelmente afrontas recebidas, tratar friamente quem mais ama, viver de forma egoísta e ter explosões violentas. Tem inata habilidade de lidar com o oculto, é místico e exotérico, está preparado espiritualmente a animar e controlar seus irmãos.

 A Mulher de Iansã

Surpreendente pelos defeitos e qualidades que possui, ardente e leal, é uma mulher que nunca foi dominada, adora a liberdade e não admite perde-la, de temperamento forte precisa de suavidade em sua vida , só que as vezes confunde suavidade com fraqueza e sonhos com romantismo. É exigente e afetiva e transmite a seus filhos muita sabedoria. Quando estão infelizes tendem a dormir demais. Extremamente ciumenta e perspicaz, faz com que seja impossível dela se esconder qualquer coisa, descobre mentiras ou segredos como se adivinhasse, embora seja investigadora e curiosa descobre as coisas por intuição, um lampejo, uma idéia que lhe vem a mente e a ela basta ir lá e conferir.

Pode ser excelente médium , extremamente mística será atraída por religiões afins. A viuvez, as separações e as heranças estão presentes em sua vida como forma de liga-la a seu Orixá pois a morte e a regeneração são uma constante no destino de Yansã.


 

Oxossi

Saravá, Oxóssi, meu Pai!
caboclo1
 Oxóssi é o caçador por excelência, mas sua busca visa o conhecimento. Logo, é o cientista e o doutrinador, que traz o alimento da fé e o saber aos espíritos fragilizados tanto nos aspectos da fé quanto do saber religioso.

O Orixá Oxóssi é tão conhecido que quase dispensa um comentário. Mas não podemos deixar de fazê-lo, pois falta o conhecimento superior que explica o campo de atuação das hierarquias deste Orixá regente do pólo positivo da linha do Conhecimento.

O fato é que o Trono do Conhecimento é uma divindade assentada na Coroa Divina, é uma individualização do Trono das Sete Encruzilhadas e em sua irradiação cria os dois pólos magnéticos da linha do Conhecimento. O Orixá Oxóssi rege o pólo positivo e a Orixá Obá rege o pólo negativo.

Oxóssi irradia o conhecimento e Obá o concentra.

Oxóssi estimula e Obá anula.

Oxóssi vibra conhecimento e Obá absorve as irradiações desordenadas dos seres regidos pelos mistérios do Conhecimento.

Oxóssi é vegetal e Obá é telúrica.

Oxóssi é de magnetismo irradiante e Obá é de magnetismo absorvente.

Oxóssi está nos vegetais e Obá está em sua raiz, como a terra fértil onde eles crescem e se multiplicam.

Oxóssi é o raciocínio hábil e Obá é o racional concentrador.

OFERENDA: Velas brancas, verdes e rosa; cerveja, vinho doce e licor de caju; flores do campo e frutas variadas, tudo depositado em bosques e matas

Rubens Saraceni

oxossi 2

Orixá da caça, do verde, das matas.
É o Orixá da fartura, o grande caçador.
É ele quem traz para o homem as plantas curativas.

De natureza telúrica, vibra sobre tudo que nasce sobre a terra, exceto as plantas tóxicas e venenosas.
É um vencedor, traz para o povo a sobrevivência, a fartura, a cura das doenças pela natureza, a saúde plena.
O povo da Bahia ligou Oxóssi a São Jorge, festejado em 23 de abril.
No Rio de Janeiro, em São Paulo e no sul do País ele foi relacionado a São Sebastião e seu dia é 20 de janeiro.
Seu dia é a quinta feira, sua cor é o verde e branco.
Podemos estabelecer uma associação entre Oxóssi e Mercúrio, o Deus romano do comércio, bem como seu correspondente grego Hermes. Todos eles representam mudanças, o movimento, tudo o que é novo e vibrante .Assim como a Odin, sábio xamã e guardião das Runas secretas. A energia de Oxóssi , está ligada às alterações mentais e físicas, ao constante movimento da natureza, que está sempre em evolução.
A liberdade e a independência são importantes para seus filhos que prezam muito sua autonomia e são infelizes quando tolhidos. Um aspecto negativo de sua personalidade é a sua indiscrição em relação aos outros e a vida alheia.
Seus filhos envolvem-se com suas emoções e transformam-se através delas. Têm o dom da comunicação, suas mudanças são discutidas, analisadas de forma consciente e  assim, realizam a cura de seu ego ambíguo.
O Físico e o Temperamento
Seus filhos são alegres e joviais, muito falantes, nervosos e inseguros ,embora não transmitam essas emoções, pelo contrário sua companhia é agradável e estimulante. A simpatia que ele irradia faz com que sempre esteja rodeado por um grupo ativo e dinâmico. Místicos e intuitivos, são dotados de notável rapidez mental, gostam de ouvir conselhos e orientações, mas esquecem tudo na hora de agir, torna-se então precipitado e sem lógica por vezes indeciso, acompanhá-lo não é fácil.
Tem muitos amigos, mas não gosta de intimidade excessiva, é amável e acolhedor, mas reserva-se bastante. Deixa-se levar por elogios, o que lhe traz alguns dissabores, fala e escreve muito bem, exímio coordenador de atividades, distribui bem as tarefas de cada um, só que para ele nunca sobra nada para fazer embora pareça ser o mais ativo de todos. É inventivo e original em seus planos, é astuto e sagaz, mas também é impaciente com os lentos, com os calmos e reflexivos, deixando para trás aqueles que não acompanham seu ritmo ativo.
Movimento e mudanças são uma constante para ele, suas ideias mudam quando menos se espera, nada está estabelecido, tudo é passível de sofrer alterações. Aprecia discussões pelo prazer de vencer intelectualmente opiniões opostas as suas, é afetuoso generoso e sensível, mas atitudes apaixonadas e ardentes não fazem parte deste arquétipo, ele se interessa mais pelos aspectos intelectuais em suas relações.
A monotonia entedia o filho de Oxóssi, que precisa sempre ser estimulado, esses estímulos são trazidos pelas inovações e mudanças, assim ele consegue manter-se interessado a produzir. Como é um pensador independente ,tem dificuldade em aceitar opiniões diferentes das suas, trabalhar em equipe é desgastante se tiver que enfrentar conflitos constantes.
Amor e Casamento
Muito sentimentais, os filhos de Oxóssi precisam do conforto do amor, mas quando se envolve e percebe que sua liberdade fica comprometida recua assustado, mas quando bem harmonizado intelectualmente, e sentindo-se livre mantém-se num relacionamento estável.
Provavelmente, quem inventou o casamento em casas separadas foi um filho de Oxóssi. Sua personalidade independente exige que ele tenha um canto só seu onde nada e ninguém o perturbe, ali ele se reequilibra e recupera seu delicado sistema nervoso, ele é como o mercúrio: ele desliza, é difícil mantê-lo estável, quando é comprimido foge e se divide, só pode ser controlado, nunca pressionado.
É atraído pela beleza, pelo otimismo, pela inteligência e pelo bom humor. Aprecia que seu companheiro tenha interesses diversos dos seus, sente-se então enriquecido pelas experiências que lhe são relatadas, os desafios em conjunto o fascinam, já uma pessoa rígida com poucos objetivos pessoais o entedia.
A vida familiar pode ser uma boa base para o filho de Oxóssi, desde que seja estimulado em suas ideias e tenha livre expressão, ai, então, o convívio com a família será revigorante para ele. Os assuntos secretos, o ocultismo e o esoterismo o atraem, por esta razão, um relacionamento cármico será possível para ele, pois está aberto a reconhecê-lo em todos os níveis, tirando dele o aprendizado necessário. A vida amorosa não tem para ele a mesma importância que para os filhos de outros Orixás. Com o tempo alguns podem até decidir se tornarem celibatários por convicção.
Trabalho e Dinheiro
O filho de Oxóssi tem aptidões múltiplas, gosta do estímulo mental constante e procura sempre novidade no que faz, essas características norteiam sua vida profissional. Quando tem um projeto em andamento, sua atividade redobra e é capaz de gastar muita energia para desenvolvê-lo. O esgotamento que a dedicação intensa ao trabalho provoca, é capaz de afetar seu sistema nervoso sensível.
O filho deste Orixá precisa aprender que para construir uma carreira bem sucedida, é preciso que ele seja prático no seu idealismo, essa realidade é, às vezes um pouco difícil de ser encarada por ele. O perfeccionismo, a minuciosidade e a imaginação que põe em seu trabalho, faz com que seja o melhor em sua especialidade. Responsabilidades monótonas e burocráticas deprimem o seu espírito, ele está melhor situado em um trabalho onde puder traçar planejamentos e realizar mudanças. Toma decisões rapidamente e é bom para enfrentar crises, mas distraído com pequenos detalhes.
Saúde
O sistema nervoso do filho de Oxóssi é muito sensível, é o primeiro a refletir o seu desequilíbrio físico. A insônia é um problema para esse filho, pois impede que repouse seu cérebro ativo como deveria, ele raramente consegue dormir o necessário.
Acidentes, ferimentos, contusões, pancadas que atingem seus ombros, braços, mãos e dedos são frequentes, bem como danos às pernas e aos pés. Os pulmões, intestinos e o estômago são órgãos que costumam apresentar alguma fragilidade.
Artrite e o reumatismo também podem afligir a saúde dos filhos de Oxóssi.
matas
O homem de Oxóssi
Pouco conservador, possui múltiplos interesses e não analisa qualquer assunto por um tempo maior; sua atuação seria, partindo do interesse que algo lhe provoca, observar, emitir um conceito próprio e ir adiante, atrás de novidade.
Não consegue se deter tempo suficiente para conhecer profundamente algum assunto, mas conhece um pouco de tudo.
Gosta de companhia, faz parte do seu temperamento alegre. As crianças o adoram, dá bastante liberdade e as estimula a variar a suas atividades, embora seja falho no lado disciplinar.
Não é ciumento e não quer ser alvo de ciúmes nem quer que sua liberdade seja tolhida por causa dele, alguns filhos de Oxóssi com problemas emocionais e profissionais passam por períodos de depressão, podem ser vitima de tramas traiçoeiras e podem também agir e ter suas palavras mal interpretadas.
A mulher de Oxóssi
A filha de Oxóssi é uma intelectual, embora administre bem o seu lar passa pouco tempo dentro dele, prefere o ambiente profissional ou a vida em sociedade.
O homem que se casa com essa mulher casa com muitas mulheres diferentes ao mesmo tempo, pode surpreender sempre é criativa divertida, curiosa por qualquer novidade, fiel e dedicada, variar é seu ponto forte a parte física de uma relação é a que menos interessa a mulher de Oxóssi, ela se aproxima de alguém que a atraia mental e espiritualmente.
Gosta de discutir, é muito temperamental , petulante e fala para ferir quando está brigando.
Como mãe é maravilhosa. Ensinará aos filhos a independência, será imaginativa e amorosa e organizará para eles muitas atividades estimulantes .
A traição não está na natureza da filha de Oxóssi ela jamais sacrificaria lar e filhos por uma aventura.