Chakras

     Segundo as antigas escrituras indianas, Prana, é o sopro de vida, energia vital universal que permeia o cosmo e é absorvida pelos seres vivos através do ar que respiram e também dos chakras. No ocidente, conhecida como energia cósmica ou força etérica.

Chakras são rodas, ou vórtices que, absorvem o Prana no indivíduo o qual é distribuído no corpo, na mente e no espírito. São milhares de pontos energéticos que ligam os corpos: físico- energético- espiritual.

corpo energético

Os chakras sempre foram ligados à história do yoga, e as primeiras citações desses centros de energia podem ser encontradas nos Vedas, que são os escritos mais antigos da tradição indiana.

Esses manuscritos, por sua vez, derivam de uma tradição oral que foi trazida para a Índia por uma tribo indo europeia que invadiu a Índia no segundo milênio AC.

Dizem que eles invadiram a Índia a bordo dos coqueiros e que o termo “chakra” se referiria às rodas desses coqueiros. Depois dos Vedas, é possível encontrar referências dos chakras nos Upanishads, por volta de 600 AC.

Esses também são ensinamentos que foram transmitidos de mestre a discípulo, quando foram então escritos.

Por serem considerados núcleos energéticos que podem ser vistos por clarividentes desenvolvidos, acredita-se que estes conhecimentos tiveram origem em algum ou alguns grupos, muitos anos antes dos primeiros registros escritos, onde havia um ou mais clarividentes capazes de observar estes pontos e estudá-los.

Mais tarde, encontramos referência dos chakras no Yoga Sutras de Patanjali, um dos textos clássicos do yoga, que foi escrito por volta de 200 a.C.

Toda a fisiologia do yoga é baseada na existência de um corpo energético que, por sua vez, contém os nadis e os chakras. A energia flui pelo corpo através dos nadis, que são milhares e que podem ser comparados de alguma forma aos meridianos da medicina chinesa.

corpo energetico

Todos os nadis acabam na coluna vertebral, que é o canal de energia por excelência.

Aqui a energia flui através dos três principais nadis: ida, pingala e sushumna.

Sushumna-Ida-y-Pingala-Nadis-500x296

Os chakras estão na coluna e são centros onde a energia é armazenada e redistribuída. No nível físico, os chakras correspondem a gânglios nervosos, onde existe um alto grau de atividade nervosa, e glândulas do sistema endócrino.

Os principais, são 7  e cada um deles é representado por uma flor de lótus.

chakras flor de lotus

 Primeiro Chakra: Básico ou Raiz – Sobrevivência

Muladhara  – Base e Fundamento 

primeiro chakra

Localiza-se na  base da coluna

Elemento – Terra

Cor – Vermelha

Lótus de 4 pétalas

Mantra – LAM

Glândula –  Supra renais, responsáveis pela produção de adrenalina, hormônio que é liberado na corrente sanguínea que tem a função de atuar sobre o sistema cardiovascular e manter o corpo em alerta para situações de fortes emoções ou estresse como luta, fuga, excitação ou medo.

Parte sólida do corpo: Ossos, músculos, intestino grosso.

Está voltado para o solo

Relaciona-se aos medos mais primitivos.

 

 

Segundo Chakra: Gênito-urinário – Sexualidade

Svadhisthana – Morada do Prazer

segundo chakra

Localiza-se abaixo do umbigo

Elemento – Água

Cor – Laranja

Símbolo – Lótus de 6 pétalas

Mantra -VAM

Glândulas – Testículos e Ovários que são responsáveis pela reprodução e sexualidade, influencia o prazer, a sexualidade, as emoções e as sensações.

Regula todos os processos em que líquidos estão envolvidos, circulação do sangue, produção e eliminação da urina, reprodução e sexualidade.

Está voltado para frente e para trás

Expressão da Criatividade

Terceiro Chakra – Umbilical – Poder

Manipura –Cidade das Joias

terceiro chakra

Localiza-se na região entre o umbigo e plexo solar

Elemento . Fogo

Cor – Amarelo

Símbolo – Lótus de 10 pétalas

Mantra – RAM

Glândula – Pâncreas- Responsável pelo metabolismo de todo sistema digestivo

Centro das emoções densas, que se unem ao processo de Alimentação/Digestão, relaciona-se com nosso apetite e a forma como digerimos tanto alimentos como questões emocionais.

Está voltado para frente e para trás

Centro da vitalidade e da vontade.

Quarto Chakra –  Cardiorrespiratório – 

Anahata – Câmara secreta do coração

quarto chakra

Localiza-se no centro do peito

Elemento – Ar

Cor . Verde

Símbolo: Lótus de 12 pétalas

Mantra: YAM

Glândula – Timo – sistema imunológico . glândula da felicidade. A palavra timo tem origem do grego thúmon, que significa alma, espírito, coração, emoção, afetividade. 

Centro de força responsável pela energização do sistema cardiorrespiratório., canal de movimentação dos sentimentos.

Está voltado para frente e para trás.

A Conciliação- O Perdão – A Compaixão –A Fraternidade- O Amor próprio- O Merecimento

Quinto Chakra – Laríngeo

Visuddha – O Centro da vontade

quinto chakra

Localiza-se no centro da garganta

Elemento – Éter – É o mais fino dos elementos e só podemos perceber sua manifestação que ocorre através das vibrações. Por essa razão, o sentido associado a este chakra é a audição graças a qual percebemos o éter que vibra.

Cor – Azul

Símbolo – Lótus de 16 pétalas

Mantra – HAM

Glândula – Tireoide –  Paratireoide – estão envolvidas em todos os processos regulados por essa glândula, como a regulação do cálcio, peso corporal, humor, preguiça, apetite, cansaço e sono.

Saúde da garganta, pescoço e audição.

Está voltado para frente e para trás.

Purificação

Sexto Chakra – Terceiro Olho – Frontal

Ajna – Mando – O Conhecimento do Ser

sexto chakra ok

Localiza-se no centro da testa

Elemento – Éter –  Luz através da qual enxergo o mundo

Cor  – Índigo

Símbolo – Lótus de 96 pétalas

Mantra – OM e KSHAM

Glândulas – Pituitária/Hipófise glândula muito pequena, mas também muito importante, controla  a função da maioria das outras glândulas endócrinas e, por isso, às vezes, é chamada glândula mestra.

 Localizada na base do cérebro que tem a função de regular o trabalho das glândulas suprarrenal, tireoide, testículos e ovários, produzir o hormônio importante para a lactação (prolactina), o hormônio do crescimento, o hormônio antidiurético e o hormônio chamado oxitocina, importante para o trabalho de parto.

Está voltado para frente e para trás.

Rege a Intuição, memória, imaginação, conexão, mediunidade.

Sétimo Chakra – Coronário – Topo da Cabeça

Sahasrara – Consciência Cósmica – A Flor das mil pétalas

setimo chakra

Localiza-se no topo da cabeça

Elemento – Sabedoria Divina

Cor – Violeta/Branco

Símbolo – Lótus de mil folhas

Mantra – AUM

Glândula – Pineal – Localiza-se no centro da nossa cabeça, bem no meio do cérebro, é uma estrutura do tamanho de uma semente de laranja. O filósofo francês René Descartes (1596-1650) considerava a morada da alma, e os hindus, a sede do sétimo chacras, o mais importantes do corpo. Além disso, produz melatonina, um hormônio essencial para a  saúde que regula principalmente o sono e a vigília.

Está voltado para cima

Centro da iluminação, da conexão com a divindade.

Defesa energética

proteção 2

Defesa energética

Uma das maiores queixas das pessoas que vêm se consultar comigo é a vulnerabilidade energética: cansaço inexplicado, sono fora de fora, mal estar digestivo, podem ser alguns sintomas do que chamamos de ataque espiritual.

Há diversas  formas para  limpeza dessa contaminação,que incluem banhos de ervas, orações, passes, o uso da radiestesia, entre outras , mas o ideal é que saibamos evitá-la

.

Mas porque será que nos tornamos tão vulneráveis?

 Energéticas doenças

Algumas causas nos colocam diretamente em contato com as energias que nos são prejudiciais..

1. Medo
O medo é incapacitante, nos cega a real percepção das questões, das relações, nos fragiliza,  desequilibra nossos chakras, especialmente do plexo solar, e  é desta maneira que nos abrimos para receber toda forma de energias intrusas.O medo é um sentimento natural, humano, mas precisamos saber lidar com ele, enfrentando-o e assumindo o controle da situação.

2.  Pena, lástima pelo outro

Quando nos sentimos impedidos de ajudar alguém que sofre, também nos tornamos vulneráveis à situação  que o outro está passando, desta maneira, abrimos nossas defesas e vibramos em sintonia com a dor, resultando numa contaminação energética.

 3. Culpa

A culpa trava nossos caminhos justamente porque passamos a nos boicotar, agimos como quem não merece receber, passamos a valorizar mais o outro do que a nós mesmos, desequilibrando nossas defesas e nosso campo vibracional, permitindo que qualquer ataque energético ocorra.

4 . Fragilidade mental e emocional

A maneira mais eficaz de proteção é, indubitavelmente, a busca pelo equilíbrio emocional e mental.É importante toda atenção às influências externas pois, muitas vezes absorvemos e interiorizamos essa atuação sem que sequer percebamos.

proteção energetica

Algumas práticas diárias podem ser de grande valia, assim como o desenvolvimento de uma percepção mais apurada das influências externas, a fim de fortalecer e centrar cada vez mais nosso ser:

1 – Um tempo para respirar.

O simples fato de pararmos poucos minutos diariamente para respirarmos, direcionando nossa atenção ao ar que entra e sai, nos coloca em contato com nosso ser e traz relaxamento e, com o tempo, mais serenidade

2 – Contato com a natureza

Quem mora nas grandes cidades tende a ficar cada vez mais distante do contato com a terra, de olhar pro céu, dos banhos de mar e cachoeira.Esse contato nos aproxima de nossa humanidade e ancestralidade, nos faz perceber que fazemos parte; nos fortalece e equilibra, limpando toxinas do nossos corpos, purificando nossa mente.

3 – Praticar qualquer tipo de arte

A criança usa o desenho, os jogos dramáticos, a dança para expressar e elaborar melhor suas frustrações; costumo dizer que, ao crescer, há um bloqueio da arte que mora dentro de nós e o resultado é a visita ao psicanalista!

Cantar, tocar um instrumento, desenhar, pintar, esculpir, interpretar, dançar, faz parte de nossa humanidade e nos conecta com nossa divindade.

4- O Relaxamento

Relaxar o corpo durante no mínimo 15 minutos auxilia a soltarmos todas as tensões físicas, permitindo que a mente flua livremente e, sem prestar atenção aos pensamentos, aos poucos haverá a percepção de que somos mais que corpo físico; poderemos, então, entrar em contato com outras partes de nosso ser, e, certamente, essa prática nos trará maior consciência para lidarmos melhor com toda e qualquer influência externa que possa nos prejudicar.

5 –  A Prática Religiosa

Seja qual for a religião, a dedicação às orações que fortaleçam a fé, sejam preces, salmos, pontos cantados ou mantras,pode ser muito  importante pois permite o encontro de um ponto de conexão com o divino.O desenvolvimento da fé  fortalecerá o espírito e combaterá o que é estranho à natureza interna do nosso ser.

Dissolução de bloqueios

chakras

Para liberar e harmonizar nossos chakras, existem basicamente duas maneiras:

1 – Exposição dos chakras a vibrações de energias aproximadas à frequência nas quais vibra. Essas vibrações energéticas são encontradas nas cores puras e brilhantes, em pedras preciosas e cristais, em sons e óleos aromáticos, bem como nos elementos e nas diversas formas de expressão da natureza.

Assim que nossos chakras começam a vibrar em frequências mais elevadas e puras,  vibrarão mais rápido e as frequências mais lentas, que provocam bloqueios, dissolvem-se progressivamente.

2- Auto conhecimento que nos leve à percepção do que em nossa personalidade temos dificuldade em enfrentar e, o que nos bloqueia.

Esse caminho é a atitude interior de aceitação incondicional que leva ao relaxamento completo, que é o contrário do espasmo, do bloqueio.

Enquanto rejeitarmos alguma faceta da nossa personalidade consciente ou inconsciente, e enquanto julgarmos a nós mesmos e com isso condenarmos e repelimos parte de nosso ser, será mantida uma tensão que impede o total relaxamento e, com isso, a dissolução dos bloqueios.

( Fonte – Chakras – Sharamon, Shalila e Baginski, Bodo – ed. Pensamento)

Causa de bloqueio energético

Em cada centro de energia há diferentes manifestações psíquicas.
O desbloqueio pode ser conseguido com a utilização de várias técnicas:

cristais – escolha de pedras e cristais já limpos, na cores de cada vórtice energético, deixando-os atuar durante algum tempo.

cromoterapia – visualização das cores dos chacras ou uso de aparelhos de cromoterapia.

exercícios e massagem específica, associados à emissão de frequências, como Willian Reich preconizava.

chacras